quarta-feira, 31 de março de 2010

Casamentos que não acabaram.

Nós temos visto um monte de casais famosos se separando não é?
Mas ainda há esperança no mundo dos casados.Sim minha gente,tem esperança...Existem alguns bons exemplos de que casamentos pode durar.


Kurt Russell e Goldie Hawn
Juntos desde 1982.


Antonio Banderas e Melanie Griffith
Juntos desde 1996.


Blake Edwards e Julie Andrews
Juntos desde 1969.Sim pessoas...1969!
\0/


David Bowie e Iman
Casados desde 1992.


Denzel Washington e Paulette
Juntos desde 1983.


Paul Newman e Joanne Woodward
Juntos desde 1950. Incrível!!!!!


Don Gummer e Meryl Streep
Juntos desde 1978.


Como vocês puderam ver,o mundo dos casados ainda tem salvação.





Bebidas típicas do Brasil.

Se você é daqueles que gostam de viajar,com certeza ja viu algumas destas bebidas.Mas se não é de viajar,conheça aqui algumas coisinhas tipicamente brasileira.


Aluá.
É um refresco de origem indígena e baixa dosagem alcoólica obtido da fermentação de casca de abacaxi, milho triturado ou arroz. Muito popular em diversas regiões do Brasil a receita artesanal tem variações no preparo e tipos de ingredientes de acordo com a localidade, mas é mesmo mais comum no norte e nordeste.


Cajuína.
A abundância do caju no estado do Piauí originou a bebida mais popular da região. Cantada por Caetano Veloso, nos versos de Cajuína, é símbolo cultural da capital Teresina. O refresco não é alcoólico e é obtido de forma artesanal a partir do suco do caju, filtrado, clarificado e esterilizado. A cor amarelo-âmbar se deve à caramelização dos açúcares naturais da fruta. A cajuína é consumida gelada.


Chibé.
Muito popular entre os caboclos paraenses, é considerada comida por muitos devido ao seu valor energético, semelhante ao da gemada. É feita com água e farinha de mandioca processada. Na cuia, coloca-se a farinha e em seguida a água e, depois, tradicionalmente, se movimenta tudo da esquerda para a direita. Os nativos tomam o chibé duas a três vezes ao dia e acreditam que ele ajuda a vencer as dificuldades da vida e a repor as energias. Às crianças costumam adicionar açúcar, mel ou rapadura.

Chimarrão.
O chimarrão (ou mate) é uma bebida característica da cultura do sul da América do Sul, um hábito legado pelas culturas indígenas quíchua, aymará e guarani. Ainda hoje é hábito fortemente arraigado no Brasil (Paraná, Santa Catarina e principalmente Rio Grande do Sul).Bebida a base de erva mate seca,e tomada com água quente.


Tereré.
É parecido com o chimarrão,mas é servido gelado,muito gelado.Muito apreciado no Mato Grosso do Sul (inclusive por mim,que adoro),é uma bebida de origem paraguaia, que usa a erva mate e aguá gelada.Algumas pessoas gostam de mudar o sabor original acrescentando sucos,leite e refrigerantes.Eu particularmente gosto só do original,no máximo com menta.


Gengibirra.
O nome batiza alguns tipos de bebidas a base de gengibre. No Paraná, popular mesmo é a Cini Gengibirra. No processo industrial de fabricação do refrigerante a raiz descansa por um ano em decantação antes de entrar na receita.



Você conhece alguma outra bebida que é muito apreciada em sua região?
Conte pra gente que bebida é esta.








terça-feira, 30 de março de 2010

Coisas estranhas.

Todo mundo sabe que gosto é uma coisinha muito,muito particular certo?Mas nós podemos questionar sempre não é?
Ja vimos coisas muito estranhas aqui no blog,mas estes lustres estão entre os mais bizarros.
Confiram.

















Ja pensou no assombro das pessoas entrando em sua sala e se deparar com um destes ai?
Eu hein!!!



7 crianças que fizeram diferença no mundo.














 











7
Anne Frank
1929 - 1945
Anne Frank Image
Annelies Marie Anne Frank era uma menina Alemã nascida judia na cidade de Frankfurt. Ela ganhou fama internacional após a publicação póstuma de seu diário onde contava suas experiências durante a ocupação alemã da Holanda na Segunda Guerra Mundial.
Anne e sua família mudou-se para Amesterdã em 1933, depois que os nazistas ganharam poder na Alemanha, e foram presos pela ocupação da Holanda, que começou em 1940. As perseguições contra a população judaica aumentou, a família se escondeu em julho de 1942 em quartos ocultos nonescritório de seu pai, Otto Frank . Depois de dois anos, o grupo foi traído e transportados para campos de concentração. Sete meses após sua prisão, Anne Frank morreu de tifo em Bergen-Belsen, no dia da morte de sua irmã, Margot Frank. Seu pai, Otto, o único sobrevivente do grupo, retornou a Amsterdã, depois da guerra para descobrir que seu diário tinha sido salvo, e seus esforços levaram à sua publicação em 1947. Foi traduzido do original holandês e publicado pela primeira vez em Inglês em 1952 como O Diário de uma jovem. Anne Frank foi reconhecida pela qualidade de sua escrita, e se tornou uma das mais conhecidas e discutidas de vítimas do Holocausto.
6
Samantha Smith
1972 - 1985
Stamp

Samantha Reed Smith foi uma estudante americana de Manchester, Maine, que se tornou famosa durante a Guerra Fria. Em novembro de 1982, quando Smith tinha 10 anos, ela escreveu ao líder soviético Yuri Andropov, buscando entender por que as relações entre a União Soviética e os Estados Unidos foram tão tensas. Sua carta foi publicada no jornal soviético Pravda. Samantha ficou feliz ao descobrir que sua carta tinha sido publicada, no entanto, ela não tinha recebido uma resposta. Ela então enviou uma carta ao embaixador da União Soviética para os Estados Unidos, perguntando se o Sr. Andropov não responde as cartas que recebe. Em 26 de abril de 1983, ela recebeu uma resposta do Andropov.
Smith atraiu a atenção da mídia extensiva em ambos os países como um "Embaixador de Boa Vontade", e ficou conhecido como "America's Youngest embaixador" que participam em ações de restabelecimento da paz no Japão. Ela escreveu um livro e co-estrelou uma série de televisão, antes de sua morte aos 13 anos em um  acidente de avião .
5
Hector Pieterson
1964 - 1976
305Px-Soweto Riots

Hector Pieterson (1964 - 16 de junho de 1976) se tornou um símbolo da revolta de Soweto na África do Sul do apartheid, quando uma fotografia de Hector sendo transportada por um colega, foi publicada em todo o mundo. Ele foi morto com a idade de 12, quando a polícia abriu fogo contra estudantes que protestavam em 16 de junho de 1976.Ficou como um símbolo de resistência à brutalidade do governo do apartheid. Hoje, é conhecido como Dia Nacional da Juventude - um dia em que os sul-africanos honra jovens e chamam a atenção para as suas necessidades.
Em 16 de junho de 2002, o Hector Pieterson Memorial e Museu foi aberto perto do lugar que ele foi baleado em Orlando West, em homenagem ao menino e os que morreram em todo o país no levantamento de 1976.
4
Iqbal Masih
1982 - 1995
Boy1
Iqbal Masih foi um menino paquistanês que foi vendido para uma indústria do tapete como um escravo  na idade de 4 anos. Iqbal trabalhava com uma corda a um tapete tear em uma pequena cidade chamada Muridke perto de Lahore. Ele trabalhava doze horas por dia. Devido às longas horas de trabalho e a falta de alimentos e cuidados, Iqbal foi subdimensionado. Aos doze anos de idade, Iqbal era do tamanho de um menino de seis anos de idade. Na idade de 10, ele escapou da escravidão brutal e mais tarde se juntou a um Bonded Labor Liberation Front do Paquistão para ajudar a parar o trabalho infantil em todo o mundo, e Iqbal ajudou mais de 3.000 crianças paquistanesas que estavam em trabalho forçado. Iqbal deu palestras sobre o trabalho infantil em todo o mundo.
Ele foi assassinado no domingo de Páscoa de 1995. Assume-se por muitos de que ele foi assassinado por membros da "Máfia do tapete" por causa da publicidade que ele trouxe para a indústria do trabalho infantil. Alguns moradores foram acusados do crime, no entanto.
Em 1994, Iqbal foi agraciado com o Prêmio Reebok de Direitos Humanos. Em 2000, quando The World's Children's Prize para os Direitos da Criança foi criado, ele foi postumamente agraciado com este prêmio como um dos festejados em primeiro lugar.

3Nkosi Johnson
1989 - 2001
Nkosijohnson
Nkosi, nascido Xolani Nkosi, nasceu para Nonthlanthla Daphne Nkosi em um município a leste de Joanesburgo, em 1989. Ele nunca conheceu seu pai. Nkosi era soropositivo desde o nascimento, e foi legalmente adotado por Gail Johnson, uma profissional de Relações Públicas de Joanesburgo, quando sua própria mãe, debilitado pela doença, já não era capaz de cuidar dele. O jovem Nkosi Johnson primeiro veio a público em 1997, quando uma escola primária no subúrbio de Joanesburgo Melville se recusou a aceitá-lo como um aluno por causa de seu status de HIV-positivos. O incidente causou um furor ao mais alto nível político da África do Sul, que proíbe a discriminação em razão do estado de saúde e mais tarde a escola voltou atrás em sua decisão.
Nkosi foi o orador principal na 13th International AIDS Conference, onde incentivou a  vítimas da Aids falar  abertamente sobre a doença e buscar a igualdade de tratamento. Nkosi terminou seu discurso com as palavras.
"Cuidado para nós e nos aceitar - somos todos seres humanos. Somos normais. Temos as mãos. Temos os pés. Podemos ir a pé, podemos falar, temos necessidades como todos os outros - não tenham medo de nós - somos todos iguais! "
Ele se tornou um ícone da luta pela vida."
Junto com sua mãe adotiva, Nkosi fundou um refúgio para as mães HIV positivo e seus filhos, Nkosi's Haven, em Joanesburgo. Em Novembro de 2005, Gail representado Nkosi, quando ele recebeu postumamente a Paz Internacional da Criança prêmio das mãos de Mikhail Gorbachev. Nkosi's Haven recebeu dos E.U. um prêmio em dinheiro $ 100.000 da Fundação KidsRights, bem como uma estatueta, que foi nomeado em honra a Nkosi Nkosi Johnson.A vida de  Nkosi  é o tema do livro We Are All the Same por Jim Wooten.
2
Om Prakash Gurjar
1992
Om1
Na idade de cinco anos, ele foi tirado de seus pais e por três anos trabalhou no campo. Depois que ele foi resgatado por ativistas de Bachpan Bachao Andolan, Om luta pela educação gratuita em sua terra natal. Em seguida, ele ajudou a criar uma rede  que são conhecidas como aldeias "para crianças", lugares onde os direitos das crianças sejam respeitados e do trabalho infantil não é permitido. Ele também estabeleceu uma rede que visa dar a todas as crianças, uma certidão de nascimento como uma forma de ajudar a protegê-los da exploração.  Ele diz que esse registo é o primeiro passo para a consagração dos direitos da criança, comprovando a sua idade, e ajudando a protegê-los da escravidão, o tráfico, o casamento forçado ou servir como crianças-soldados.
Ele foi premiado com a Paz Internacional da Criança Prêmio Sul Africano pelo ex-presidente FW de Klerk, que ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1993.
1
Thandiwe Chama
1991
Thandiwe-Nkosi

Em 1999, quando tinha apenas oito anos de idade, sua escola foi fechada porque não havia professores. Thandiwe se recusou a aceitar isso e levou 60 outras crianças a pé para encontrar outra escola. Como resultado, todas as crianças foram levadas para o Cecup Jack School. Fortalecidos por esta conquista, Thandiwe vem lutando desde então para o direito à educação para todas as crianças. Thandiwe continua a impressionar, por exemplo, falando na igreja sobre crianças e aids - uma questão nem sempre facilmente discutidas nas igrejas. Com um amigo, ela escreveu e ilustrou um livro chamado "O Frango com AIDS", dizendo crianças jovens sobre os perigos da AIDS.
"É muito importante saber que uma criança também tem direitos. Na escola eu aprendi sobre direitos humanos. E então eu sabia que isso era algo que eu queria lutar. Porque se as crianças têm a oportunidade, eles com certeza podem contribuir para tornar este mundo um lugar melhor. "- Thandiwe Chama





PS: Eu podia encerrar esta lista somente com estas 7 crianças ai,mas acho que não seria muito justo.
Não poderia deixar de  colocar aqui também a história de Phan Thi Phuc.Mas com este nome vocês vão me perguntar quem é ela, certo?
Bom veja a imagem a baixo e todos vão saber...




Phan Thị Kim Phúc, também conhecido como Kim Phúc (nascida em 1963), é embaixatriz da Boa Vontade da UNESCO. Entretanto, é conhecida como a garota que apareceu numa foto da Guerra do Vietnã.
Ela possuia cerca de nove anos na época da imagem, em que fugia de seu povoado, que estava sofrendo um bombardeiro de napalm. Até hoje, esta imagem, tirada em 8 de junho de 1972, é lembrada como uma das mais terríveis da Guerra do Vietnã. A fotografia foi tirada por Huynh Cong Ut da agência Associated Press e recebeu o Prêmio Pulitzer de 1973.
Hoje, Kim Phuc é Embaixatriz da Boa Vontade da UNESCO. Reside no Canadá e possui dois filhos.


segunda-feira, 29 de março de 2010

Colírios para eles.

E para os meninos que tem que enfrentar uma semana cheia de compromissos,ai vai uma pausa pra apreciar a beleza das mulheres.











Jessica Biel


















Shakira.








Ótima semana meninos.

Colírios para elas.

Como toda segunda-feira,hoje é dia de vermos homens lindos e maravilhosos pra começar bem o dia.













Cauã Reymond.














Vin Diesel.






Boa semana meninas.